Ansiosas pelo ano novo?

image

Para as noivinhas de 2016: Tá chegaaandoooo!!!

Faltam apenas 2 dias para o ANO DE VOCÊS!! E quando entramos no ano do casamento, já dá aquele frio na barriga! Hehe

Esse é meu último post de 2015 e quero desejar a todos um excelente 2016! Que seja tudo maravilhoso, que seja época de realizar todos os sonhos e que todos tenham muita saúde para aproveitar cada minuto!

Obrigada a todos que entraram aqui e estão curtindo o blog! Espero que ano que vem seja tudo ainda melhor!!

Beijoooo

Anúncios

Convidando os padrinhos!

 

Boa tarde, pessoal!

Esse fim de semana eu ia postar sobre convites, mas foi corrido e hoje mudei de idéia e resolvi postar sobre os convites de padrinhos!

Bom, como já falei das listas e de como é complicado escolher cada pessoa que fará parte do Grande Dia, presume-se que a escolha dos padrinhos é ainda mais difícil,né?!

Então, o que eu penso?

  1. Padrinhos e madrinhas devem ser pessoas que convivam com O CASAL e que tenham alguma influência (no sentido de ajuda) com a relação deles. Além disso, uma coisa que acho muito válida é se for para ter CASAL de padrinhos, que eles sejam inspiração para os noivos. Isso é uma escolha e como é bom poder selecionar aquele casal que você pode se espelhar,né?! Eu acho lindo!
  2. Não devem ser “as pessoas que vão dar presentes caros”. (Alguns realmente dão pelo carinho e pela proximidade que tem com o casal, mas não devemos escolher as pessoas pelo que elas vão dar de presente,né?!) Por favor!
  3. Quantos padrinhos convidar? Depende de onde vai casar e se o local tem suas regras. Se for em Igreja, varia de uma para outra. Algumas não tem número máximo, outras sim. Ai tem que se encaixar no perfil do local que vão se casar. Eu, particularmente, acho ideal que seja de 3 a 5 casais de cada lado. Sei que 3 é muito pouco e fica MUITO mais difícil selecionar, mas 5 casais de cada lado, são ao todo 20 pessoas. Que dá pra ser o número suficiente daqueles que se sintam ESPECIAIS para os noivos. Claro, que isso é muito particular, mas 100 padrinhos é exagero,né? =/ Não tem como os padrinhos se sentirem tão especiais para os noivos quanto como se sentem sendo um número menor.
  4. Como já disse para algumas outras coisas, os noivos não tem obrigação de convidar ninguém. Então, isso vale para não terem obrigação de convidarem os irmãos para serem padrinhos. Se sentem que devem chamar porque normalmente a família é onde se tem mais afinidade, tudo bem. Mas se for pra chamar simplesmente para “colocar no altar” quando os irmãos mal se falam, não tem lógica!
  5. Não é regra também que sejam casais. Hoje em dia, mais do que nunca, existem muitos amigos que tem intimidade com o casal e que talvez nem se conheçam direito. Sendo assim, os noivos estão livres para chamar quem quiserem.
  6. Quanto a questão de “separar casais”! Não faz sentido NENHUM convidar a namorada recente de algum padrinho ou até de algum irmão. No casual, pelas formalidades, casais de namorados podem ser separados, mas casais casados não. Dependendo dos noivos, até separam casais casados, mas não é usual e nem o cônjuge do padrinho fica feliz com a idéia! (Pode ACEITAR, mas não GOSTAR!) Use seu bom senso (como sempre).E lembre
  7. Quando convidar os padrinhos também depende de quanto tempo vocês tem, mas normalmente é bom que os padrinhos fiquem sabendo pelo menos 6 meses antes, que acho o tempo ideal para se prepararem. (E é necessário saber de tudo que vão precisar,né?! Tipo de terno, vestido, etc)
  8. E os convites? Devem ser feitos só “de boca” ou formalmente? Também é de cada um, mas eu prefiro que as pessoas se sintam especiais, então, fiz um jeitinho diferente.
  9. Compartilho com vocês um pouquinho disso e mais pra frente, volto a falar em alguns detalhes!
  10. Para explicar a foto.. Foi assim que fizemos os convites! No próximo, posto direitinho como foi!

Mais uma vez espero que gostem 😉

 

A escolha da data e tudo que envolve!

Hoje vim falar sobre a escolha do Grande Dia, o dia mais inesquecível!!!
Certamente cada casal tem a “sua data” que já é importante. Seja o dia que ficaram pela primeira vez, dia do aniversário de namoro, o dia que um dos dois faz aniversário, aniversário de noivado..
Enfim, são muitas opções que os levam a pensarem em qual data escolher pra se casarem!
Tem pessoas que realmente não ligam para data alguma e escolhem “qualquer dia” para depois do casamento ser uma data importante. Ao contrário, outras já tem uma data na cabeça há muito tempo!

Independente de como seja, temos que levar em conta se o casamento será só no civil ou no civil e religioso. Porque é importante lembrar dos PRAZOS do Cartório! Então, é necessário ter uma antecedência mínima de 30 dias. (Para todos os trâmites é ideal fazer de 30 a 60 dias de antecedência).
Além disso, vale lembrar que é necessário
levar as certidões de nascimento atualizadas dos noivos, se solteiros, ou certidão de casamento com a averbação do divórcio atualizada, se divorciados. E também documento de identificação, comprovante de residência e duas testemunhas. (Com RG, CPF e comprovante de residência). Caso um dos noivos seja divorciado, deve levar cópia da sentença do divórcio ou documento hábil que demonstre a inexistência ou a partilha acerca dos bens adquiridos durante o antigo casamento.

Quanto ao casamento junto com o religioso, é preciso haver “comunicação entre eles”, ou seja, um tem que ser avisado do outro.
Se for só no cartório, ocorre tudo lá.
Os noivos podem casar no mesmo dia (Cartorio+igreja), ou em dias separados, mas neste último caso, tem que casar no cartório primeiro!

A escolha da data é muito importante, pois ficará sempre marcada em suas vidas!
Assim que pensarem em disponibilidade de datas, tem que ver todo o resto (local, fotógrafo, Buffet, iluminação, DJ, banda..) e PREPARAR O BOLSO!!
Mas depois, tudo vale a pena!

Hoje em dia, tem sido muito usado o “Mini Wedding” devido ao fator custo! Mais pra frente, faço um post sobre isso!

Mais uma vez espero ter sido útil p vocês!
Beijo e até a próxima!

Ainda sobre a tal Lista de Convidados!

Pra mim, esse assunto é COMPLEXO!
Envolve muitas questões e detalhes a serem pensados.
Vamos lá: Os dois podem ter famílias grandes e muitos amigos! (caso de muitos casais!)
Então, temos que pensar bem nos critérios a serem estabelecidos.

Por que eu disse sobre a lista antes da data? Porque precisamos saber mais ou menos a quantidade de pessoas para pensar no lugar e aí sim, ver uma data compatível entre Igreja, local de recepção, fotógrafo, etc. (Mas as vezes já temos uma data na cabeça e fica sendo só uma questão de “encaixe”! No meu caso foi assim!)

Fizemos várias listas. (Se não me engano, foram 5.)
A primeira lista tinha TODAS as pessoas que gostaríamos de convidar, ou seja, enooormeee!
A Segunda, já eliminamos por grau de afinidade. Vendo as pessoas que tinham contato com nós dois,etc.

Então, estabelecemos o número X de convidados que teríamos e pensamos na margem de falta, que costuma ser de 20%.
Aí, é necessário levar em conta se o casamento será durante a semana ou em semana de feriado prolongado, por exemplo. Nesses casos, a margem de falta costuma ser maior!
Feito isso, devemos ter em mente que quanto maior o número de pessoas, maior o custo. Sendo assim, não podemos ficar “com pena” de enxugar a lista, embora seja difícil.

Não existem regras a serem seguidas, mas dividir os convites “meio a meio” normalmente não é adequado, porque se o noivo tem a família bem maior, ele deve ficar com mais convidados. Se, ao contrário , a noiva deve ficar com mais.

Mas duas coisas são importantíssimas:
1) Não temos OBRIGAÇÃO de chamar ninguém. (Então, nunca se comprometa a chamar qualquer pessoas que seja);
2) É necessário termos por perto PESSOAS QUERIDAS E ANIMADAS!!!

Assim, o quadrinho que postei anteriormente, nos ajuda! hehe

Quanto aos amigos de infância, penso que se ainda temos contato, devemos chamar. Se não vemos há anos, não temos motivo para isso.

Em relação aos amigos de trabalho, não precisam necessariamente ser convidados, pois normalmente eles só tem contato com um dos dois e como o casamento é íntimo, não é obrigação. Até porque, em casos de empresas grandes, é preciso optar por quem chamar. E se convidarem só o chefe, por exemplo, parece que quer “puxar saco”. Então, ou chama todo mundo, ou não chama ninguém. (Eu penso assim.)

Quanto aos primos afastados, se não tem nenhum contato com o casal, também não é necessário o convite.

Namorados de primos e de amigos solteiros: também questão delicada.Não é obrigatório, mas as vezes o casal tem afinidade com uns e nem conhece outros, então tem que filtrar mesmo, porque se pagamos por pessoa não dá para gastar com quem você nunca viu!

Convites destinados aos pais: é uma delicadeza por parte dos noivos separar alguns convites para os pais convidarem quem eles quiserem, mas se não “couber”na quantidade, os pais devem entender. Ou, se for para alguém muito importante para eles, devem tentar “trocar”algum parente mais distante por estes.

Para finalizar, uma dica importante é pedir que as pessoas confirmem se vão ou não, sendo assim, os noivos podem ter uma ideia melhor de quantos convidados realmente irão no casamento. Muitas pessoas não sabem, mas RSVP é sigla para Répondez S’il Vous Plaît , expressão francesa que significa algo como “responda por favor”!

Espero que tenham gostado!! Até a próxima 😉

Pensando na LISTA DE CASAMENTO!

Normalmente, após o noivado, começamos toda a preparação para o Grande Dia!

Assim foi conosco!! (Não é regra, claro! Algumas pessoas vão com bastante calma até começarem os preparativos, outras precisam esperar mais um pouco, outras só querem mudar o “status”, enfim!)

Mas que sensação boa é o “pós noivado”, gente! As pessoas queridas te ligando pra dar Parabéns, dizer que ficaram feliz por vocês, desejando tudo de mais maravilhoso..

Ahh..é um momento muito único e especial!

(Ah, Sylvia, mas tem gente que vira a cara, já acha que você não convidou pro noivado, faz cara de inveja..TEM! Claro! Isso existe em qualquer lugar, mas nada é maior que sua felicidade! E quem não gostou de vocês “noivos” é porque não torce por vocês juntos! Eu penso assim,né?! Então, pouco importa os mal amados que tem por ai..)

E começam as milhões de perguntas:

“E ai, quando vai ser o casamento?”

“Você vai me convidar,né?”

“Oh, quero ir no casamento,heim?!”

“To sabendo que teremos casamento!”

Ouvi tudo isso como muitas pessoas ouvem e infelizmente não pude chamar metade dessas pessoas! Maaasss elas tem que ser compreensivas e se gostarem da gente de verdade, vão entender continuar gostando. Só que, infelizmente, não é bem assim =(

A vida de noiva, apesar de maravilhosa com os sonhos estando prestes a se tornarem realidade, é também muito difícil pelo jogo de cintura que você tem que ter!

Então, noivinhas: PACIÊNCIA! Essa é a palavra para muitos momentos 😉

A lista é a primeira coisa que nos vem na cabeça, pois queremos convidar TODO MUNDO, mass não tem como por vários motivos, então, temos que arrumar um jeito de SELECIONAR quase a dedo nossos convidados.

Eu e meu marido achamos essa parte a mais difícil! Então tivemos que adotar alguns “critérios” e esse quadrinho nos ajudou! Espero que ajude vocês!!

No próximo post falo mais das listas!! 😉

Noivado! Início da “fase noiva”!

Hoje vou começar a postar os detalhes de toda a “trajetória casamento”! 😉

Primeiramente gostaria de dizer que, na minha opinião, o casamento é  DO CASAL, portando, cada detalhe tem que ter cara dos noivos!

Como cada pessoa é de um jeito e tem suas preferências, nenhum casamento será igual ao outro. Aparentemente pode até ser que esteja “mais ou menos igual”, mas na sua essência, nenhum casal é igual!

Por isso, você pode gostar de algumas coisas que eu fiz, mas não gostar de outras. Pode também não gostar de nada ou, surpreendentemente, gostar de tudo! Isso só significa que você tem o gosto pouco, muito ou nada parecido com o meu! E o que isso muda? No nosso jeito de fazer festa!

Bom, começo pelo meu noivado que foi assim: Meus pais faziam Bodas de Prata. Então, eu e minha irmã (a coisa mais linda e fofa que eu tenho – depois faço um post sobre ela), resolvemos organizar a festa das Bodas com o tema de Festa Julina. Afinal, seria descontraído e ECONÔMICO! (O que é muito importante!) Mas como pensamos em muitos detalhes, fomos capichando e colocando tudo com a maior perfeição que podíamos! (Claro, perfeito ninguém é, mas dentro do possível, sempre tentamos ser!)

Continuando a história, o GRANDE MOMENTO pra mim foi quando eu li um texto para meus pais e em seguida papai pegou o microfone para agradecer. Depois disso, meu então namorado pediu para falar! (Como assim pediu p falar se ele é tão “tímido”em público? Seria bebida? Pq ele falaria algo para meus pais se não gosta nem um pouco de “Puxar saco”?) Gelei! e fui gelandando e chorando mais ainda quando ele foi lendo um papelzinho amassado até que tirou as alianças do bolso! Foi maravilhoso! Muito emocionante! Ninguém esperava e ele soube aproveitar o melhor momento e a festa sem que precisássemos gastar pra isso! hahaha.. 

As fotos estão em montagem porque ainda não aprendi a anexar várias! hehe

Um beijo a todos ;*

 

 

Boas Vindas ;)

 

Olá, queridos! Bem vindos a este blog que foi feito com tanto carinho e amor!!!

Bem, para quem não me conhece, meu nome é Sylvia, sou casada e completamente apaixonada pelas “coisas de casamento”!

Dei o nome ao blog de “Início Feliz” porque “final feliz” é muito comum e acho que devemos ser felizes desde o início, pois o que não está te fazendo bem hoje, provavelmente não te fará bem amanhã! 😉

Gostaria muito de compartilhar com vocês cada detalhe do meu casamento porque desde antes de casar muitas pessoas me pediam dicas e idéias!

Então, vamos lá! Fiquem ligados 😉