Deus sempre presente!

Boa tarde, povo lindo!!!
Ontem começou o mês de fevereiro e digo p vocês que é o mês que eu mais gosto no ano! Hehe
Adoro Dezembro, fim de ano, Natal, família reunida, aniversário do meu marido, da minha irmã e de tantas outras pessoas.. Mas fevereiro é diferente porque é o “meu” mês! Deus escolheu que eu nascesse no mês da maior festa que temos! Do feriado mais estendido e animado do ano! E acho que por isso, eu sempre gostei de comemorar!!
Adoro festa, amo a vida e acho que Ele nos dá a cada dia um motivo p comemorarmos e agradecermos! Ele nos faz diferentes um do outro porque temos que nos completar e acrescentar na vida de alguém!
Por isso, domingo eu fui à missa com o pensamento que era o último dia de Janeiro e que a semana ia começar bem..
Foi então que Deus nos mostrou seu amor e cuidado em cada palavra! Não é perfeito isso, gente?
Sei que religião é o tipo de coisa que não se discute, mas eu e meu marido vamos à missa todos os domingos, Graças a Deus! E não deixamos de agradecê-lo por tudo que temos um dia sequer!
Acho que ter gratidão no coração é maravilhoso e poder contar com Ele sempre é excepcional!

As vezes vem a tempestade, mas depois vem a calmaria!!
Enfim, mesmo para aqueles que não são católicos ou até para os que não tem religião, que pode acontecer de ter alguém aqui.. Quero dividir com vocês a segunda leitura de domingo, que por coincidência foi o texto lido no meu noivado!❤️❤️

“Segunda Leitura (1Cor 12,31-13,13)
Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios:
Irmãos: Aspirai aos dons mais elevados. Eu vou ainda mostrar-vos um caminho incomparavelmente superior.
Se eu falasse todas as línguas, as dos homens e as dos anjos, mas não tivesse caridade, eu seria como um bronze que soa ou um címbalo que retine.
Se eu tivesse o dom da profecia, se conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, se tivesse toda a fé, a ponto de transportar montanhas, mas se não tivesse caridade, eu não seria nada.
Se eu gastasse todos os meus bens para sustento dos pobres, se entregasse o meu corpo às chamas, mas não tivesse caridade, isso de nada me serviria.
A caridade é paciente, é benigna; não é invejosa, não é vaidosa, não se ensoberbece; não faz nada de inconveniente, não é interesseira, não se encoleriza, não guarda rancor; não se alegra com a iniquidade, mas se regozija com a verdade. Suporta tudo, crê tudo, espera tudo, desculpa tudo.
A caridade não acabará nunca. As profecias desaparecerão, as línguas cessarão, a ciência desaparecerá.
Com efeito, o nosso conhecimento é limitado e a nossa profecia é imperfeita. Mas, quando vier o que é perfeito, desaparecerá o que é imperfeito.
Quando eu era criança, falava como criança, pensava como criança, raciocinava como criança. Quando me tornei adulto, rejeitei o que era próprio de criança.
Agora nos vemos num espelho, confusamente, mas, então, veremos face a face. Agora conheço apenas de modo imperfeito, mas, então, conhecerei como sou conhecido.
Atualmente, permanecem estas três coisas: fé, esperança, caridade. Mas a maior delas é a caridade.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.”

Obrigada a todos por estarem aqui e por me permitirem fazer alguma diferença!

Que tenhamos uma excelente semana e um ótimo carnaval com muita paz e amor no coração! E com muita diversão! 😘😘

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s